, ,


Homossexualidade e transexualidade em 18 filmes: infância, adolescência e início da fase adulta.

Homossexualidade e transexualidade em 18 filmes: infância, adolescência e início da fase adulta.

Fala, galera! Hoje a temática vai girar em torno da homossexualidade. Os filmes que eu escolhi para compor essa lista tratam do tema tanto na infância quanto na adolescência, e também início da fase adulta. Existem inúmeros filmes bons que tratam da homossexualidade mas, como eu sempre digo, a lista não é definitiva. Sabemos que existem muitos outros filmes tão bons quanto, mas não tem como compilar tudo em um lugar só. Então, fica aí a sugestão de alguns filmes muito interessantes com temática homossexual, variando entre enredos densos e outros mais leves. Só lembrando que os filmes que eu postei em outras listas NÃO irão se repetir em nenhuma outra lista, inclusive nessa.  Divirtam-se!

1 – Transamerica (2005) – Direção: Duncan Tucker

Bree Osbourne (Felicity Huffman) é uma orgulhosa transexual de Los Angeles, que economiza o quanto pode para fazer a última operação que a transformará definitivamente numa mulher. Um dia ela recebe um telefonema de Toby (Kevin Zegers), um jovem preso em Nova York que está à procura do pai.


2 – Querelle (1982) – Direção: Rainer Werner Fassbinder

O marujo francês Querelle chega a Brest e frequenta um estranho bordel. Logo descobre que seu irmão Robert é amante da dona do lugar, Lysiane. “Aqui você pode jogar dados com Nono, o marido de Lysiane: se você ganhar, pode fazer amor com ela; se perder terá que fazer amor com Nono…”. Querelle perde de propósito.


3 – Weekend (2011) – Direção: Andrew Haigh

Depois de sair para jantar com seus amigos héteros, Russell decide tentar a sorte numa boate gay. Ele sai de lá com Glen e os dois passam a noite juntos. Na manhã seguinte, Glen pede para gravar um depoimento de Russell sobre a noite anterior, dando início assim a uma intimidade inesperada entre os dois.


4 – Assunto de Meninas (2001) – Direção: Léa Pool

Ainda abalada pela perda da mãe, que morreu há 3 anos de câncer, a bela e sensível Mary Bradford (Mischa Barton) não consegue se comunicar com o pai e a madrasta. Alheios aos problemas emocionais dela, eles a enviam para um internato feminino. A recepção das novas colegas é ótima e ela é instalada no quarto das lindas Paulie Oster (Piper Perabo) e Tory Moller (Jessica Paré). Aos olhos dos outros Paulie e Tory boas amigas, mas em seus corações elas são amantes ardentes.


 

5 – C.R.A.Z.Y. – Loucos de Amor (2005) – Direção: Jean-Marc Vallée

No dia 25 de dezembro de 1960, Zachary Beaulieu vem ao mundo. É o 4º entre 5 irmãos, todos meninos. A infância de Zachary é marcada pelos aniversários natalinos em que seu pai (Michel Côté), invariavelmente, encerra a festa imitando Charles Aznavour. Sua adolescência traz a descoberta de uma sexualidade diferente e sua negação profunda para não decepcionar a família.

Comments

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments