, ,


Os 10 melhores filmes brasileiros de todos os tempos

Os 10 melhores filmes brasileiros de todos os tempos

O Brasil pode não ter dado um show de bola nessa Copa do Mundo, mas no cinema ele sempre bateu um bolão. Em concurso realizado no grupo do Cinetoscópio no Facebook, foram eleitos os 10 melhores filmes brasileiros de todos os tempos. Esse tipo de lista costuma ser pretensiosa e, acredito que, o nosso cinema vive um ótimo momento que promete nos proporcionar ainda muitas obras-primas pela frente. Mas não custa nada celebrar o cinema nacional e valorizar a nossa rica filmografia, não é mesmo? E num resultado plural, filmes de diferentes épocas, estilos, diretores e movimentos. Confira!

10º LIMITE (1931), dirigido por Mário Peixoto

O único filme escrito e dirigido por Mário Peixoto se tornou uma lenda. Após provocar polêmica nas suas primeiras exibições, acabou virando um mito, já que por muitos anos não foi exibido novamente. Recuperado nos anos 70, o filme se tornou uma obra-prima e deixou sua marca na história cultural do Brasil. Vanguardista, foi restaurado pela organização World Cinema Foundation, criada por Martin Scorcese e elogiado por cineastas como Orson Welles e o cantor David Bowie.

9º PIXOTE – a lei do mais fraco (1981), dirigido por Héctor Babenco

A Argentina tem um lugar especial na história do cinema brasileiro. Apesar de Pixote ser um filme tipicamente brazuca, com elenco, produção e história sobre uma realidade nacional, o diretor Héctor Babenco é um argentino, naturalizado brasileiro. No entanto, conseguiu como poucos capturar a dura vida de jovens abandonados nas ruas de São Paulo, que acabam tendo contato com o mundo do crime. Elogiado internacionalmente, foi indicado ao Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro e foi considerado na época um clássico instantâneo por Roger Ebert, um dos mais conceituados críticos americanos. Possui 100% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

8º CENTRAL DO BRASIL (1998) dirigido por Walter Salles

Esse road-movie foi um dos filmes mais aclamados do fim dos anos 90, vencedor de diversos prêmios internacionais como o Urso de Ouro no Festival de Berlim, e indicado à premiações como o Oscar, Globo de Ouro e o BAFTA. Levou o Globo de Ouro e o BAFTA, mas perdeu o Oscar para ‘A Vida é Bela’. Entretanto, o grande destaque fica por conta de Fernanda Montenegro, também premiada e indicada, que realizou uma das grandes performances do cinema, na pele de Dora, uma mulher ranzinza que vai tendo seu coração amolecido pela convivência com o garoto Josué. Visto por mais de 1 milhão de pessoas só nos EUA, Central do Brasil caiu na graça do público internacional, em partes por sua simplicidade e delicadeza. Um dos mais belos exemplares da retomada do cinema brasileiro na década de 90.

7º CIDADE DE DEUS (2002), dirigido por Fernando Meirelles

Talvez esse seja o nosso filme mais bem sucedido lá fora. Além de ocupar a 21º posição no ranking do site internacional IMDb, na frente de clássicos como O Silêncio dos Inocentes, Era Uma Vez no Oeste e Casablanca, foi escolhido pela revista Empire, em 2010, como o 7º melhor filme de todos os tempos e pela Time como um dos 100 melhores filmes da história. O The Guardian também o considerou o 6º melhor filme de ação do cinema. Indicado a 4 Oscars, fez história levando Fernando Meirelles a ser o primeiro brasileiro indicado na categoria melhor diretor. Com uma montagem implacável, ‘City of God’ (como os gringos conhecem) é um filme vigoroso e impactante que promete ressoar ainda por muito tempo.

6º O BANDIDO DA LUZ VERMELHA (1968), dirigido por Rogério Sganzerla

Inspirado numa história real, esse filme se tornou o símbolo máximo do movimento chamado de Cinema Marginal nos anos 60, com um detalhe: o diretor tinha apenas 22 anos quando o fez. Caracterizado pela linguagem e temática transgressoras com herança das chanchadas e do cinema noir, o filme possui um tom debochado e crítico, aliado a uma montagem acelerada que da um toque muito ágil ao filme. Outros trabalhos aclamados do diretor são “A Mulher de Todos’ e ‘Copacabana Mon Amour”.

Comments

Leave a Reply
  1. Salve, Leandro. Excelente post, já assisti 8, dos 10 filmes.
    Senti falta de Tropa de Elite 1, Carandiru e Gonzaga- De pai pra filho.
    Abraço

  2. Estranho não constar “Lavoura Arcaica”, que é considerado um dos 100 melhores filmes já feitos, mas compreendo que a lista tem um tom mais pessoal que listas especializadas em cinema que costumam se ater mais a críticas que ao filme em si.

  3. Ficou de fóra e não poderia,o alto da compadecida,com selton melo e tropa de élite !

  4. 1° Tropa de Elite
    2° Tropa de Elite 2
    3° Lisbela e o Prisioneiro
    4° O Auto da Compadecida
    5° Até que a Sorte nos separe 2
    6° Os Trapalhões nas Minas do Rei Salomão
    7° Cidade de Deus
    8° O Homem do Futuro
    9° O Incrível Monstro Trapalhões
    10° Meu Nome não é Johnny

One Ping

  1. Pingback:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments