Os 15 melhores filmes sobre suicídio

, ,

Love OMG Win WTF

Os 15 melhores filmes sobre suicídio

10 – Sala do Suicídio (Jam Komasa, 2011)

Dominik é um garoto comum. Ele tem um monte de amigos, pais ricos e dinheiro para gastar em roupas de marca. Mas um beijo inocente com um colega muda tudo. Ele sofre bullying e começa a isolar-se do mundo exterior, vivendo todo o seu tempo em seu computador. Ele conhece uma garota anônima que lhe apresenta a “sala suicida”, um lugar do qual não há escapatória. Pego em uma armadilha tecida por suas próprias emoções, Dominik torna-se enredado numa teia de intrigas e gradualmente perde o que ele mais aprecia.


9 – Despedida em Las Vegas (Mike Figgis, 1995)

Em Los Angeles, Ben Sanderson (Nicolas Cage) é um alcoólatra que, após ter sido demitido da produção de um filme, decide dirigir até Las Vegas, onde planeja beber até morrer. Lá conhece Sera (Elisabeth Shue), uma prostituta que também morou em Los Angeles, por quem se apaixona. Ele acaba indo morar na casa dela, sendo que ela respeita o fato dele ser alcoólatra e ele respeita seu modo de ganhar a vida. No entanto, a deterioração dele entrou em um processo irreversível.


8 – Mishima: Uma Vida em Quatro Tempos (Paul Schrader, 1985)

Biografia do romancista, dramaturgo e ator japonês Yukio Mishima. O filme relaciona suas obras a acontecimentos de sua vida, como seu suicídio, que inclui o ritual de ser decapitado por um seguidor após cortar seu abdômen.


7 –  Noite de Desamor (Tom Moore, 1986)

Adaptação da peça de Marsha Norman.

Para Jessie, uma epilética de meia idade, desempregada, com um casamento falido e um filho delinquente, a única maneira de controlar a situação é tirando a sua própria vida.

A mãe viúva, com quem ela mora, só percebe o grau de depressão da filha quando os planos de suicídio se tornam muito aparentes.

A troca que se estabelece entre as duas, enquanto a mãe tenta dissuadi-la, traz à tona todo o ressentimento, compreensão e amor.


6 – As Virgens Suicidas (Sofia Coppola, 1999)

Durante a década de 70, o filme enfoca os Lisbon, uma família saudável e próspera que vive num bairro de classe média de Michigan.

O Sr. Lisbon (James Woods) é um professor de matemática e sua esposa é uma rigorosa religiosa, mãe de cinco atraentes adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região.

Porém, quando Cecília (Hanna Hall), de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas, que não podem mais ter qualquer tipo de interação social com rapazes.

Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe.

Comments

Leave a Reply
  1. acho que sociedade dos poetas mortos é válido também pra essa lista. A pequena loja de suicídios é lindo demais <3

  2. Olá, filmes muito bons. Poderia citar ainda outros dois, além destes já postados nos comentários: Heróis Imaginários e o excelente e pouco conhecido Para Sempre na Memória (de 1988) sobre o impacto que o suicidio causa no ambiente escolar.

  3. Telma e Louise (Susan Sarandon divando) devia estar entre os cinco primeiros….
    A pequena loja de suicídios…
    2h37 – É Só Uma Questão De Tempo…
    Marcas de um suicídio (Susan Sarandon divando de novo)

    e sem contar no mais fodástico de todos
    “As horas”.

  4. para mim faltou “O hotel de um milhão de dólares” – Win Wenders como diretor e excelente atuação de Mel Gipson

  5. Ola estou fazendo um trabalho sobre esse assunto você saberia me dizer o nome desse filme ? Me interessei por seede um diretora brasileira.
    Agradeço desde ja 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…