, ,


10 filmes essenciais de Michael Haneke

10 filmes essenciais de Michael Haneke

Diretor e roteirista austríaco, Michael Haneke é um dos autores mais proeminentes e controversos da Europa atualmente. Sua estreia no cinema foi O Sétimo Continente. A partir de então seus filmes ganharam muitos elogios e reconhecimento internacional.

Temas comuns nas obras distópicos de Haneke incluem descontentamento e distanciamento vivenciada pelos indivíduos na sociedade moderna – ou seja, a burguesia européia, o sofrimento pessoal e aumento da desconexão experimentado pela humanidade e da crueldade inerente e violência que encontra-se sob a superfície da modernidade. Seus filmes são desafios provocantes e complexas para sua audiência e dependem fortemente de seu interesse pela psicologia, filosofia, espectador, semiótica e da violência na mídia.

Algumas das maiores influências cinematográficas de Haneke incluem grandes nomes europeus como Alfred Hitchcock, Andrei Tarkovsy, Michelangelo Antonioni, Robert Bresson, e Krzysztof Kieslowski.

Haneke é um cineasta provocante, acredita que a função mais importante do cinema é perturbar e desorientar seus telespectadores, agredindo-os para fora de seus caminhos habitualmente passivos de perceber a realidade. O mestre de terminações enigmáticas, Haneke é muito mais interessado em “levantar questões em vez de dar respostas”. Os filmes de Haneke são muitas vezes existenciais e como tal não fornecem respostas fáceis, que permitem que o público forme suas próprias opiniões e questione suas próprias percepções e fornecer um meio de auto-reflexão.


10. Le Temps Du Loup [Tempos de Lobo] (2003)

Quando Ana, a filha adolescente e o filho de 12 anos chegam para passar um feriado num sítio, encontram-no ocupado por estranhos que se recusam a sair do lugar. Procuram ajuda com os vizinhos, mas eles não podem confiar em mais ninguém: toda a sociedade, de uma hora para outra, perdeu os valores da civilização, viraram nômades e podem atacá-los a qualquer momento. Sem comida e nem água, no meio da noite, mãe e filhos tentam encontrar abrigo e acabam por encontrar um rapaz que sobrevive de restos de cadáveres. Continuando a jornada tétrica, eles seguem por uma linha de trem e chegam a uma estação onde um grupo espera por um hipotético trem. Mesmo com a dignidade perdida, algumas pessoas têm sensibilidade para a poesia e o amor.

Time-of-the-Wolf


9. Code Inconnu [Código Desconhecido] (2000)

A narrativa é divida entre três grupos de pessoas: a atriz francesa Anne Laurent (Juliette Binoche), o marido dela e sogros; uma romena, Maria (Luminita Gheorghiu), luta para ter dinheiro para sua família voltar para casa; e Amadou (Ona Lu Yenke), um professor para crianças surdas-mudas que está em conflito com seu clã africano. O catalisador das histórias começa numa esquina, onde o cunhado de Anne, Jean (Alexander Hamidi), insulta Maria, que implora ajuda. Amadou, enraivecido, provoca uma briga com Jean, resultando em repercussões negativas para os três grupos.


8. 71 Fragmente einer Chronologie des Zufalls [71 Fragmentos de uma Cronologia do Acaso ] (1994)

O desfecho é antecipado logo no começo: um letreiro informa que na véspera de Natal um jovem de 19 anos matará três pessoas em um banco de Viena e depois cometerá o suicídio. A partir daí, o que se segue são imagens desconexas da vida cotidiana de várias pessoas. Rapidamente, entende-se que o destino daqueles indivíduos se encontrará com a tragédia final. A questão que nos envolve e prende ao filme, é: como isso vai acontecer?


7. Der siebente Kontinent [O Sétimo Continente] (1989)

Georg e sua esposa Anna percebem o quanto suas vidas são isoladas e monótonas quando sua filha Eva, em uma tentativa desesperada para conseguir atenção, passa a fingir estar cega. A família decide então alterar sua realidade e mudar para a Austrália.

The-Seventh-Continent


6. La Pianiste [A Professora de Piano] (2001)

Erika Kohut (Isabelle Huppert) trabalha como professora de piano no Conservatório de Viena. Ela não bebe nem fuma, vivendo na casa de sua mãe (Annie Girardot) aos 40 anos. Quando não está dando aulas Erika costuma frequentar cinemas pornôs e peep-shows, em busca de excitação. Logo ela inicia um relacionamento com Walter Klemmer (Benoît Magimel), um de seus alunos, com quem realiza vários jogos perversos.

the-piano-teacher

Comments

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments