, ,


10 filmes essenciais de Mike Leigh

10 filmes essenciais de Mike Leigh

O cineasta britânico Mike Leigh é conhecido por suas técnicas de direção incomuns. Usando improvisação para moldar seus personagens, diálogos e histórias, Leigh geralmente começa seus filmes com um esboço de possíveis direções temáticas e desenvolvimentos de enredo. Optar por não divulgar qualquer informação a respeito de enredo ou personagem para seus elenco, Leigh introduz os atores entre si na ordem em que eles normalmente aparecem no filme. Os atores são motivados a descobrir as suas intimidades, preocupações, e as respostas a estímulos externos. Uma vez que esta etapa estiver concluída, depois de semanas de trabalho de improvisação, o elenco pode começar a filmar, tendo adquirido desta forma uma compreensão abrangente de seus personagens e uns aos outros.


10. Simplesmente Feliz (2008)

Poppy (Sally Hawkins) é uma jovem professora de escola primária, e uma otimista incorrigível que dificilmente se chateia. Divide um apartamento com Zoe (Alexis Zegerman) sua melhor amiga e confidente. Poppy tem o dom de aproveitar ao máximo a vida. Determinada a aprender a dirigir, ela encontra-se com Scott (Eddie Marsan), um instrutor ansioso e perturbado, que testará todo o bom humor de Poppy.


9. Mais um Ano (2010)

Primavera, Verão, Outono e Inverno. É assim que a vida pacata de um casal de meia idade passa calmamente ao sabor dos anos. São felizes e de bem com a vida, contrastando com a frustração de amigos e parentes que os cercam. Mike Leigh encanta de novo, pois retrata com maestria tanto os bem sucedidos, unidos, esperançosos, tanto quanto os fracassados, solitários, sem esperança alguma de felicidade. Mike Leigh faz filme para poucos, àqueles que gostam de se maravilhar com um pouco das banalidades e sutilezas da vida.


8. A Vida é Doce (1990)

O cotidiano de uma família de classe média, que mora num subúrbio de Londres, mostrando a dor e a raiva escondidas sob a superfície das convenções.

life-is-sweet


7. O Segredo de Vera Drake (2004)

Londres, 1950. Vera Drake (Imelda Staunton) mora com seu marido Stan (Philip Davis) e seus filhos já crescidos, Sid (Daniel Mays) e Ethel (Alex Kelly). Eles não são ricos, mas formam uma família feliz e unida. Vera trabalha como faxineira e Stan é mecânico na oficina de seu irmão. Porém, Vera mantém uma atividade paralela que esconde do resto da família: sem aceitar pagamento, ajuda jovens mulheres a abortarem. Quando uma dessas garotas precisa seguir para o hospital, a polícia começa uma investigação que faz o mundo de Vera desabar.

Vera-Drake

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments