, ,


12 filmes essenciais do Novo Cinema Norueguês

12 filmes essenciais do Novo Cinema Norueguês

Cinema norueguês está montando uma nova onda internacional. Mas esta onda, como todos os outros, começou a se mover em casa.Para aqueles interessados ​​(e aqueles que não eram – Prepare-se!) Aqui está uma lista que destaca uma variedade de diferentes novos filmes noruegueses, tudo em sua própria maneira, vale uma olhada.Uma miscelânea, se você gosta, do que este pequeno país (produzindo menos de 35 filmes por ano) tem para oferecer.


12.  Elling (Petter Naess, 2001)

Elling (Per Christian Ellefsen), um homem de 40 anos com problemas mentais, passou os últimos dois anos em um hospital psiquiátrico, onde foi internado após a morte da mãe. Um programa de socialização faz com que ele vá viver num apartamento em Oslo com outro doente mental da mesma idade, Kjell Bjarne (Sven Nordin). No início até as atividades mais corriqueiras, como ir à esquina ou atender ao telefone, se tornam grandes desafios. Mas aos poucos a dupla vai se adaptando à nova realidade, perseguindo seus objetivos: enquanto Elling se descobre um poeta, Kjell Bjarne procura uma mulher para perder a virgindade.


11. A Arte do Pensamento Negativo (Bård Breien, 2006)

Uma comédia burlesca e surrealista de origem norueguesa. A história do filme centra-se em Geirr, um homem que depois de sofrer um trágico acidente ficou paralisado e mergulhou numa profunda depressão que eventualmente causa uma deterioração da sua vida pessoal. A sua crescente frustração é alimentada pelo excesso de Álcool e pela música de Johnny Cash que acompanham constantemente a sua deprimente rotina. Na tentativa de auxiliar o seu namorado, Tori convence Geirr a receber apoio psicológico de um Grupo de Pensamento Positivo que através de elementos que partilham histórias igualmente trágicas, tentam levantar a sua moral e espírito mas ele rapidamente percebe que este grupo é perfeitamente inútil e ainda mais infeliz que ele.


10. O Homem Que Amava Yngve (Stian Kristiansen, 2008)

“The Man Who Loved Yngve” se passa em novembro de 1989. O muro de Berlim colapsa. Na cidade de Stavanger, Jarle Klepp, 17 anos, não tem idéia de que as coisas estão prestes a mudar. Até agora ele tinha de tudo; a melhor namorada e o mais legal amigo do mundo. Juntos formam a mais agressiva banda de punk rock da cidade, a Mattias Rust Band. Mas então surge um novo colega de classe, Yngve, que não é como a maioria, deixando Jarle confuso. Lentamente, mas de forma constante, ele deixa de lado todos os que o cercam, e descobre o que significa ficar sozinho. A Trilha Sonora fica por conta de The Cure, Joy Division, REM, Japan, Jesus and Mary Chain e entre outros, confira um pré no trailer logo em baixo…


9. De Usynlige (Erik Poppe, 2008)

Um homem condenado em sua adolescência por matar uma criança é posto em liberdade condicional. Ele encontra trabalho como organista da igreja e desenvolve uma relação gratificante com um padre e seu jovem filho. No entanto, seu carinho para o menino chama a atenção da mãe de sua vítima, trazendo à tona suas memórias ruins e perguntas sem resposta.


8. O Homem da Guerra (Espen Sandberg, Joachim Rønning, 2008)

Depois de lutar contra os comunistas na Finlândia, Max Manus retorna à Noruega, sua terra natal, atualmente ocupada pelos nazistas. Ele se alista em um movimento de resistência contra os alemães, quando acaba sendo preso. Ao conseguir fugir, vai para a Escócia, onde recebe treinamento especial antes de ser enviado de volta para realizar várias missões de sabotagem.


7. O Caçador de Troll (André Øvredal, 2010)

Na trama, um grupo de estudantes parte para o norte da Noruega com a missão de revelar uma conspiração do governo que tenta esconder do público da existência de trolls. O filme segue a linha de documentário, parecida com o filme Cloverfield onde tudo é gravado por uma câmera amadora.

Comments

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments