, ,


10 filmes loucos de Ken Russell que vão mudar a maneira como você pensa

10 filmes loucos de Ken Russell que vão mudar a maneira como você pensa

Na década de 70, Russell entrou para o mundo do cinema e seu filme ‘Mulheres apaixonadas’, protagonizado por Oliver Reed, quebrou o tabu sobre a nudez frontal masculina.

O diretor foi indicado ao Oscar em 1969 por ‘Mulheres apaixonadas’, baseado no romance de D.H. Lawrence, que rendeu uma estatueta a atriz inglesa Glenda Jackson.

De TasteofCinema


1. O Cérebro de Um Bilhão de Dólares (1967)

Agente britânico aposentado volta ao trabalho para investigar ação de comunista e para tanto conta com ajuda de um supercomputador.


2. Delírio de Amor (1970)

O diretor britânico Russell desenvolve aqui um drama/musical/biografia do compositor clássico russo Piotr Illytch Tchaikowski. Na definição do do próprio Russell: “É a história do casamento entre um homossexual e uma ninfomaníaca”, mas tal explicação é simples demais para o que é realmente mostrado, todos os complexos enlaces sexuais que unem as personagens incluindo tensão platônica, repulsão e hipersexualismo.


3. Os Demônios (1971)

Ambientado durante o violento regime católico que tomava conta da França nos idos de 1631, parte da suposta possessão de uma madre-superiora (Vanessa Redgrave no papel de Sister Jeanne) cujas fantasias sexuais com o mais proeminente padre do vilarejo de Loudon (Urbain Grandier, interpretado por um surpreendente Oliver Reed) resulta num dos mais sangrentos episódios daquela era.


4. Lisztomania (1975)

Um filme audacioso e cheio de fantasia sobre a vida do pianista Franz Liszt. Começa com uma das paixões de Liszt e termina no século XX, com um Richard Wagner reencarnado como Hitler. Destaque para a atuação de Ringo Star (Beatles) e para a ótima produção de figurino.

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments