, ,


11 grandes filmes franceses recomendados por Martin Scorsese

11 grandes filmes franceses recomendados por Martin Scorsese

A influência do cinema francês no trabalho de Scorsese é bastante óbvio para qualquer pessoa familiarizada com as principais obras da Nouvelle Vague francesa. Confira 11 filmes franceses tirado da lista de 39 filmes estrangeiros de Scorsese.


1. Napoleão (Abel Gance, 1927)

Pelas suas modernas técnicas narrativas e de filmagem, o filme de Abel Gance é considerado um dos mais memoráveis filmes mudos da história. Mostrando desde a infância de Napoleão até a invasão da Itália pelo exercito francês em 1797, a cinebiografia seria a primeira de uma série de seis filmes, que não chegaram a ser realizados.

napoleon-abel-gance-03-g


2. A Grande Ilusão (Jean Renoir, 1937)

Durante a Primeira Guerra Mundial, num campo de prisioneiros na fronteira franco-alemã, as dificuldades levam homens antes inimigos a se unirem. Os gestos de solidariedade prevalecem sobre o conceito de nacionalidade e razões políticas. As ligações entre os dois oficiais inimigos parecem mais fortes que as de soldados de um mesmo exército.

18973508.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx


3. A Regra do Jogo (Jean Renoir, 1939)

O aviador André Jurieux bateu recordes de vôo, mas só consegue pensar em sua amada Christine, mulher do aristocrata Robert de la Cheyniest. Jurieux consegue com um amigo um convite para a casa de campo em que o casal está dando uma grande festa de caça. Os sorrisos cordiais dos convidados escondem, porém, segredos e sentimentos, e o resultado disso é um assassinato.

zzregra5


4. O Boulevard do Crime (Marcel Carné, 1945)

Ambientado no início do século 19, o filme mostra o mal fadado romance do mímico Baptiste com a bela atriz Garance, no Boulevard de Templiers, em Paris, por onde circulam ladrões, golpistas e assassinos.

boulevard-do-crime-2


5. A Bela e a Fera (Jean Cocteau, 1946)

Um comerciante vive com seu filho Ludovic (Michel Auclair) e com suas três filhas. Duas delas, Felicie (Mila Paréli) e Adelaide (Nane Germon) são muito malvadas e pretensiosas e se aproveitam da irmã Bela (Josette Day), fazendo-a de empregada. Porém, um dia o comerciante, perdido na floresta, encontra um castelo e pega uma rosa do seu jardim para Bela. Mas o dono do castelo, um ser meio humano e meio fera, captura o comerciante e o condena à morte, ou então que uma das filhas dele o substitua na prisão. Bela se sacrifica pelo pai e vai ao castelo, onde descobre que a fera não é tão selvagem e desumana.

belafera2

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Loading…

Loading…

Comments

comments