, ,


5 Documentários Biográficos que precisa assistir.

A verdadeira essência de uma ‘Star’

É fácil identificar uma certa personagem famosa pelo trabalho que nos mostra e também pelo que os media tentam sempre retratar, mas todos sabemos que nenhum destes realmente nos transportam para a essência daquele ser humano.

No entanto, imagino que não seja nada fácil sermos medidos por quem nos obsersa através destes parámetros. Com isto em mente decidi trazer aqui alguns documentários que devem de ser vistos para que as personagens neles retratadas sejam um pouco mais compreendidas, e acima de tudo entendidas como seres humanos com falhas, com amor, com trabalho, com tudo o que todos os outros têm, e não meramente como uma Star entre uma multidão.

Estes documentários não servem apenas para “desmanchar” uma imagem errada que pudesse ter sido aplicada a alguma destas figuras, serve também como testemunho de grandes brilhos e sem dúvida serve também como uma forte homenagem ao que eram ou são estas pequenas e grandes pessoas.

  1. I Am Heath Ledger (2017)

    Tudo o que deveriamos ver de Ledger enquanto vivo, uma lenda totalmente perdida. Infelizmente pouco podemos ver, mas ao menos resta-nos esta magnífica composição do que Heath Ledger oferecia sendo apenas ele mesmo.

    Penso que seja o mais autêntico contraste entre o que temos como perceção de uma Estrela, através da sua figura pública, e o tudo o resto que ela realmente é.

    Dirigido por Derik Muray e Adrian Buitenhuis.

  2. Gaga: Five Foot Two (2017)

    Lady Gaga é uma das cantoras Pop mais famosas da atualidade e uma das cantoras Pop mais verdadeiras. Não será difícil para um verdadeiro fã reconhecer a veracidade do que irão ver neste documentário, para aqueles que pouco conhecem de Gaga e que até poderão ter aquela opinião do “é muito esquisita”, vejam e logo perceberão o quão errados estavam.

    O documentário não poderia ter sido realizado em melhor altura da sua carreira, até agora. É sem dúvida um documentário a ver, principalmente porque se trata ainda de uma artista viva, e que fará justiça enquanto esta ainda precisa.

    Dirigido por Chris Moukarbel.

  3. Janis: Little Girl Blue (2015)

    Apenas pela sua presença em palco podemos ver que Janis Joplin era uma força da natureza e que tinha pura alegria em si. No entanto através deste documentário vemos tudo o que faz Janis ser como era no bons e maus momentos.

    Dirigido por Amy Berg.

  4. Johnny Cash: American Rebel (2015)

    Johnny Cash, coração terno, voz trémula e sentida. Seria impossível esquecer o leque discográfico deste músico, no entanto o que nos deu não era o único fruto que colhia. Muito mais descobrimos neste documentário, especialmente aprendemos, e bastante.

    Dirigido por Derik Murray Jordan Tappis.

  5. Amy (2015)

    Amy, Amy … mais uma história curta demais mas recheada.
    Dizer mais para quê?

    Dirigido por Asif Kapadia.

 

Quando se procuram recordações de pessoas que tinham muito mais para dar e que infelizmente foram embora depressa demais, ou quando se procura saber um pouco mais das que ainda cá estão há sempre vários filtros que ora escondem ora revelam falsidade.

Esta foi uma das razões para vos apresentar aqui uma pequenina lista sobre incríveis documentários de identidades que nunca deveriam ser esquecidas.

Written by Daniela Maia

Entusiasta por tudo o que é belo, espetacular, sensível e por tudo o resto que me é difícil nomear.
Nasceu e vive, para já, em Portugal.