Os 15 melhores filmes relacionados ao movimento Punk Rock

, ,

Os 15 melhores filmes relacionados ao movimento Punk Rock

6. The Rocky Horror Picture Show (Jim Sharman, 1975)

Um casal de noivos se vê obrigado, em virtude de um problema com o carro, a irem a um estranho castelo pedirem auxílio, sem saberem que ele é habitado por alienígenas do planeta Transexual e que o anfitrião é um bissexual, que exatamente naquela noite vai ver uma criatura criada por ele apenas para lhe dar prazer.


7. Ladies and Gentlemen, the Fabulous Stains (Lou Adler, 1982)

Senhoras e senhores, as manchas Fabuloso é um filme de 1981, cerca de três meninas, incluindo Diane Lane, Laura Dern e Marin Kanter, que começou uma banda punk. Filmado em British Columbia, no Canadá, o filme também contou com Ray Winstone, Christine Lahti, Sex Pistols ex-Steve Jones e Paul Cook, juntamente com Paul Simonon dos The Clash, e Vince Welnick Fee Waybill dos tubos. LA ícone punk Black Randy de Randy Black eo Metrosquad também faz uma aparição como ele próprio e como “Mexicano Randy”. Há também participações especiais breve por Elizabeth Daily como uma empregada de hotel, e Brent Spiner. Músico Barry Ford interpreta o busdriver chamado Lawnboy. Ford escreveu a maior parte da trilha sonora, incluindo a canção-título “All Washed Up”, que apresenta Jones, Cook, e Simonon.


8. Anos de Rebeldia (Dennis Hopper, 1980)

Em meio a época dos anos 80, somos convidados a acompanhar o cotidiano de uma adolescente punk CeBe (Linda Manz, de Cinzas do Paraíso) e dos seus pais, Don (Hopper) e Kathy (Sharon Farrell). Vestida de jaqueta jeans e disparando slogans contra os hippies e a discoteca, CeBe é a revolta personificada contra tudo e contra todos. O diretor do filme, Dennis Hooper, tentou demonstrar o sentimento de rebeldia dos jovens naquela época, em que CeBe é o reflexo de tudo o que acontecia. Por meio de uma maravilhosa trilha sonora que reúne Elvis Presley e Neil Young, e uma boa fotografia o filme adquire características que o tornam único, um drama vailoso.


9. Nós Somos as Melhores! (Lukas Moodysson, 2013)

Bobo e Klara, duas garotas suecas de 13 anos, querem montar uma banda punk, mesmo que todos digam que o punk morreu. Elas cortam seus cabelos em estilo moicano e recorrem à música para protestar e vencer o tédio. Mas, na verdade, as garotas não sabem tocar nada. Para melhorar a qualidade da banda, chamam a tímida e certinha colega Hedvig, brilhante na guitarra. Uma história sobre as dificuldades e encantos de crescer e não se encaixar em lugar nenhum.


10. SLC Punk! (James Merendino, 1998)

Stevo e Bob, amigos de infância, são anarquistas punks de Salt Lake City em 1985. Bob, o cara de moicano, é conhecido como Bob Heroína, pois morre de medo de agulhas. Ele também é anti-drogas: “Química, cara. Ela vai te fuder.” Stevo é um rapaz que resiste à idéia de entrar em Harvard como os pais ex-hippies desejam. Vive fazendo discursos de raivosos contra a sociedade, principalmente contra os punks posers, que são punks por modismo e gritam “Anarchy In The UK!”, mas o que isso ajuda na América? Não se pode viver pelas letras do Sex Pistols, prega Stevo. Junto com os dois há o Mike, que parece um nerd babaca, mas de acordo com Stevo é um dos caras mais hardcores e Mark, que não é punk rocker, mas está sempre marcando presença nas festas, pois é o fornecedor.

Written by Guilherme Antunes

Acadêmico de História e um apaixonado pelas coisas da vida.

One Comment

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe um Comentário