,

O futuro da Millarworld com a Netflix.

União dos dois mundos poderá gerar grandes obras na tela da vermelhinha!!

Há poucos meses fomos bombardeados com a mais nova aquisição da Netflix, foi revelado que o conhecido canal de streaming comprou os direitos das Obras do famoso roteirista de quadrinhos Mark Millar, para quem não conhece seu trabalho, vamos analisar um pouco dos motivos de todo o burburinho gerado pela novidade

Mark Millar é de origem escocesa e escreveu histórias independentes e com abordagens distintas como Authority, como também trabalhou para as grandes editoras Marvel e DC, escrevendo algumas das histórias mais consagradas dos últimos anos, sendo importante destacar pela Marvel: Supremos que serviu de base para o universo da atual versão cinematográfica da Disney e Guerra Civil, outra história consagrada que foi utilizada em partes para o terceiro filme do Capitão América.
E ainda mais,Velho Logan, renomada história que recentemente teve uma adaptação da Fox pelo Diretor James Mangold. Já pela DC temos a importantíssima Entre a Foice e o Martelo, numa abordagem no minimo inusitada e um tanto quanto inovadora do Maior Super-herói de Todos os Tempos.

Porém apesar do sucesso nas grandes editoras, Mark Millar ansiava mais, como todo autor ele desejava escrever suas próprias histórias sem ter amarras, fato que sabia ser dificultado estando atrelado as grandes editoras.

Sendo assim em 2013 ele criou o Millarworld, não como editora e sim como um Selo, pelo qual ele podia escrever e publicar suas histórias por diversas empresas. Assim o quadrinista mantêm seus direitos e negocia ele próprio a venda para outras mídias.

Sabendo do potencial do mercado do cinema, acabou por vender os direitos de três de suas Obras, respectivamente: O Procurado, Kick-Ass e Kingsman. Juntos, faturaram quase 1 Bilhão.

Mas agora com a aquisição da Netflix o que devemos esperar?

O leque de possibilidades é enorme, haja vista que o Millarworld conta com 16 títulos bem distintos, alguns menores e outros ainda em fase de desenvolvimento. Fora que além do fato de que suas Obras podem ser adaptadas para o canal, o autor também poderá criar material direto para a Netflix.
Como é de conhecimento público, a Netflix tem uma parceria na distribuição das séries da Marvel, que são uma co-produção dos Estúdios ABC com a Disney.

O que suscita muitas perguntas!

Qual será o formato escolhido? Filmes novos ou séries? As histórias terão liberdade e veremos as marcas registradas do autor, como seus textos cínicos, violência e muito humor ácido?

De certeza apenas sabemos que Kinsgman e Kick-Ass não contarão com produções pois seus direitos cinematográficos ainda estão de posse da Lionsgate e Fox, aliás Kick-Ass 3 foi engavetado após o fracasso na bilheteria.

Um ponto extremamente relevante é que uma das melhores histórias do Selo é desenhada por um Artista Brasileiro. Rafael Albuquerque ( Vampiro Americano ) é o responsável pela Arte de HUCK.

Enfim com tantos projetos em andamento e continuações por vir, ainda mais depois do recente sucesso de Kingsman: o Círculo Dourado, vamos ver se Mark Millar vai conseguir repetir seu sucesso na telinha.

Em tempo, até o fechamento dessa edição o primeiro anúncio Oficial da parceria Millarworld-Netflix se trata de uma história em quadrinhos chamada:

The Magic Order.

Written by Keitarô Urashima

Cinéfilo inveterado, critico, nerd, cineclubista.
Vindo de uma galáxia muito distante após uma longa jornada na Terra Média.
De volta a Batcaverna.