, ,

Os 10 Filmes Favoritos de Andrey Zvyagintsev

Cineasta concorre ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2018

“Sem Amor” está indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro este ano. Hoje, vamos apresentar os 10 filmes favoritos do diretor. Entre suas seleções estão filmes que também compartilham forte simbolismo religioso. Veja:


Resultado de imagem para Andrei Rublev

10. Andrei Rublev (Andrei Tarkovsky, 1966)

A Rússia do século XV passa por um período turbulento, o povo sofre injustiças e está fragilizado pela fome. Nesse cenário, acompanhamos um pouco da vida do pintor Andrei Rublev, que mais tarde abandonaria seu ofício para dedicar-se a Deus.


Resultado de imagem para L'enfant

9. A Criança (Jean-Pierre e Luc Dardenne, 2005)

Bruno (Jérémie Renier) e Sonia (Déborah François) são dois jovens delinquentes que sobrevivem de pequenos roubos. Namorados, acabam de ter um bebê. Enquanto tentam lidar com a própria sobrevivência e da criança, descobrem uma nova forma de aplicar golpes: o bebê.


Resultado de imagem para Journal d'un Curé de Campagne

8. Diário de um Pároco de Aldeia (Robert Bresson, 1950)

Nomeado para a paróquia de Ambricourt, uma pequena aldeia da França, um jovem padre não é bem recebido pelos moradores. Com a saúde debilitada, por problemas no estômago, ele tenta lidar com a situação, contando com o auxílio de um padre do vilarejo vizinho.


Resultado de imagem para L'Eclisse

7. O Eclipse (Michelangelo Antonioni, 1962)

Após brigar com o namorado, Vittoria se apaixona por Piero, um sedutor e materialista corretor da Bolsa de Valores. Apesar do real interesse de Vittoria, Piero não deseja um relacionamento sólido, por conta da sua personalidade volúvel.


Resultado de imagem para Vargtimmen

6. A Hora do Lobo (Ingmar Bergman, 1968)

Pintor (Max von Sydon) e sua esposa (Liv Ullmann) vão morar em uma ilha bastante afastada da sociedade. Lá, em meio a intensos conflitos psicológicos, o casal conhece um misterioso grupo de pessoas que passa a trazer angústias ainda maiores às suas vidas, levando-os a relembrar fatos passados e questionar a própria lucidez.


Resultado de imagem para Husbands cassavetes

5. Os Maridos (John Cassavetes, 1970)

A morte de um amigo reúne três homens de meia-idade, todos casados. Deprimidos, eles vagueiam pela cidade, jogam basquete e se embebedam. Depois resolvem partir juntos, sem as respectivas famílias, para uma viagem à Europa, onde re-consideram suas vidas.


Resultado de imagem para Koyaanisqatsi

4. Koyaanisqatsi (Godfrey Reggio, 1982)

Uma obra-prima cinematográfica tão extraordinária que é um deleite para os sentidos, um estímulo para a mente e que acaba por “redefinir o potencial da arte de fazer cinema”(The Hollywood Reporter). O consagrado diretor Godfrey Reggio, o inovador diretor de fotografia Ron Fricke e o compositor ganhador do Globo de Ouro* Philip Glass criaram este “filme mágico, tão rico em beleza e detalhes que a cada vez que o assistimos, ele se torna um filme novo e diferente” (Leonard Maltin). “Único… profundo… magnético e instigante”(Boxoffice), Koyaanisqatsi contrasta a tranquila beleza da natureza com o frenesi da sociedade urbana contemporânea. Reunindo imagens de tirar o fôlego a uma premiada e eloquente trilha sonora, é um trabalho “original e fascinante” (People) – “um dos maiores filmes de todos os tempos” (Uncut).


Resultado de imagem para Les Amants louis malle

3. Os Amantes (Louis Malle, 1958)

Jeanne Moreau faz o papel de uma esposa do interior,obcecada por moda e cuja vida é bruscamente transformada por um homem jovem avesso á hipocrisia. Casada com Henri, homem autoritário e cáustico, Jeanne se cansa da vida provinciana. Nas inúmeras estadas na casa de sua amiga Maggy em Paris, ela conhece Raul, que se torna seu amante. Henri, desejoso de conhecer os amigos de sua mulher, convida Maggy e Raoul à sua casa. O tratamento de total ausência de culpa que Malle dá ao adultério causou enorme furor quando o filme foi lançado. Adaptação livre do romance de Dominique Vivant.


Resultado de imagem para ordet movie

2. A Palavra (Carl Theodor Dreyer, 1955)

A história de duas famílias religiosas, o filho de uma delas deseja se casar com a filha da outra mas por problemas religiosos o pai da moça não aceita o jovem. Enquanto isso, Inger (esposa de Mikkel) está gravida. O irmão de Mikkel, Johannes, é taxado como louco por acreditar que é Jesus Cristo.


Resultado de imagem para Suna no Onna

1. A Mulher da Areia (Teshigahara Hiroshi, 1964)

Um entomologista amador resolve sair da cidade e passar o fim de semana numa área desértica do Japão, a fim de coletar insetos raros. Ele pernoita numa casa onde habita uma estranha mulher. Logo ele vai perceber que caiu em uma armadilha, a qual não existe saída.

Written by Guilherme Antunes

Acadêmico de História e um apaixonado pelas coisas da vida.

Deixe um Comentário